Posts em Sistemas

Campus Party ao vivo

Para quem não pode ir a Campus Party, pode acompanhar o evento ao vivo por esse link: http://tv.campus-party.org/

Comentários

Lei do software no Brasil

Hoje encontrei uma informação que procurei por muito tempo, e hoje encontrei no site do INPI Planalto. Eu li em diversos lugares falando que baixar ROMs é legal, contanto que você tenha o jogo original e tudo mais, e até mesmo falando que é legal contanto que você apague o arquivo ROM em até 24h (haha), mas é foda confiar sem saber a fonte da informação, tanto que eu procurei e encontrei, e não é bem assim: Você não pode baixar a ROM mesmo que tenha o jogo original, o que você pode fazer é criar uma cópia de segurança do seu próprio jogo. Pois é! É dito por lei, o direito do usuário ter uma cópia do software no qual ele possui, em outras palavras: Você pode, sem estar infringindo nenhum lei no Brasil, rodar jogos em seu R4 desde que possua o jogo original.
Segue o paragrafo 1 do artigo 6º da lei 9.609/98:

I – reprodução, em um só exemplar, de cópia legitimamente adquirida, desde que se destine à cópia de salvaguarda ou armazenamento eletrônico, hipótese em que o exemplar original servirá de salvaguarda;

Com isso, você pode utilizar os seus flash cards e backup loaders sem problemas, contanto que possua o jogo original. E eu até aconselho utilizar flash card e backup loaders para rodar os seus jogos, além de serem mais práticos, também mantém o seu jogo original seguro de danos. Eu mesmo possuo um Twilight Princess para Wii que não funciona mais, mas como ainda tenho o jogo, caixa, manual e até a nota fiscal, continuo jogando o jogo pela cópia que eu fiz quando o adquiri.
Isso é só pra mostrar como flash cards são legais, tanto que a Nintendo já tentou acabar com eles e falhou! Flash cards e backup loaders são totalmente úteis para quem gosta de conservar os seus jogos originais, e isso sem contar com o fato da possibilidade de rodar homebrews. Enfim, continuem usando seus flash cards / backup loaders sem medo.

Mas e os emuladores? Bom, nesse caso é mais complicado, porque não existe nenhum anexo específico falando sobre emulador e engenharia reversa na lei 9.609/98, mas mesmo assim é possível determinar a legalidade da utilização de um emulador por outros fatos. Vamos lá. Os emuladores são desenvolvidos utilizando a engenharia reversa dos consoles, hackers e engenheiros trabalham para desenvolver um software que interprete os chamados das ROMs para os processadores de computador. O problema é o seguinte, muitos emuladores utilizam de porçoes de códigos do firmware do console utilizado para o desenvolvimento do mesmo, e manter cópia de software de outros em seu computador é crime. Ou seja, a única maneira de um emulador ser legal seria se você mesmo programasse um em casa. Simples, né? Claro que isso não vale para todos os casos, mas é bom a gente saber que as coisas não são tão simples assim e o Brasil possuí sim uma legislação para softwares.

Fonte: planalto.gov.br/ (link atualizado 28/07/2013)

Comentários

Nintendo perde processo conta Divineo

nintendo owned

A Nintendo mais uma vez tenta eliminar a pirataria pela raiz processando o site Divineo que é famoso pela venda de modchips e flash cards.
Convenhamos que os flash cards são realmente uma ponte sem pedágio para a pirataria, mas mesmo assim, isso elimina os benefícios de um flash card?
O que você faz quando você quer utilizar o MSN no seu DS? Ou assistir vídeos? Você utiliza softwares de terceiros, os famoso homebrews. Nem a Nintendo nem ninguém pode tirar o direito de nós, usuários, de utilizarmos os softwares que bem entendemos em nosso sistema. Foi exatamente em cima dessas alegações que a Divineo ganhou o processo que a Nintendo iniciou. O juiz do caso disse que o Nintendo DS deveria ser igual ao Windows: Os usuários devem optar por utilizar ou não softwares de terceiros e também ter o poder de programar os seus próprios aplicativos e eu estou totalmente de acordo com isso.
Eu não tiro o flash card do meu DSi tem muito tempo, e hoje mesmo estava acessando o Twitter pelo aplicativo chamado DSTiwitter. Os flash cards estão ai para facilitar a vida dos usuários, tornando fácil carregar homebrews e jogos em apenas um cartucho.
É verdade que os flash cards facilitam muito a pirataria, mas isso também não pode ser levado como uma alegação absoluta para banir os flash cards. Hoje em dia qualquer um baixa um mp3 de graça na internet, e nem por isso os MP3 Players param de ser fabricados. Assim como você pode ripar as músicas do seu CD e colocar em um MP3 Player, você pode ripar seus jogos de DS e coloca-los em seu flash card, é simples assim.
Enfim, para se aprofundar no assunto, clique aqui e aqui para ver a notícia completa.

Fonte: maxconsole.net/

Comentários

Hackers conseguem gravar um vídeo com a camera do DSi

O pessoal do site hackmii está cada vez mais perto de entender o funcionamento do DSi. Recentemente eles conseguiram gravar um vídeo utilizando a camera do DSi! Você pode assistir o vídeo logo abaixo:

Para ler mais sobre, clique aqui.

Fonte: hackmii.com/

Comentários

Nova versão do Chrome para Mac e Linux

Chrome é um excelente browser. Rápido, design bonito, trabalha com as abas de maneira individual (é ótimo para quando dá problema em apenas um aba, você não perde o trabalho armazenado nas outras) e é da Google (sim, isso conta como um ponto a mais), ou seja, um ótimo software.
Estava navegando na internet hoje quando li que a Google acabou de lançar uma versão beta para Mac e Linux! Bom saber disso, você pode fazer o download clicando aqui.

Fonte: felixtech.blogspot.com/

Comentários

Teste o Android online

Lembram do Android? Então, a T-Mobile disponibilizou um emulador online do Android. Você pode acessa-lo por esse link.

Claro que toda a sensação de mexer no Android no seu browser não chega nem perto de tê-lo realmente em suas mãos, afinal o que estamos vendo aqui não passa de um “joguinho em flash”, mas enquanto o Iphone reina aqui no Brasil, esse deve ser o nosso contato mais próximo com o Android nos próximos meses.

Fonte: smstextnews.com

Comentários (1)